Antes de qualquer coisa, simplificadamente, o Coaching é uma técnica que vai te ajudar a sair da sua situação atual (que é algo que pode estar te incomodando ou não), para chegar mais rapidamente ao seu objetivo, utilizando técnicas cientificamente comprovadas que facilitam a tomada de decisões e a auxiliam na busca de alternativas em diversos momentos. Ok, e por que isso é importante para a liderança?

Ser um líder implica em muitas competências, mas o autoconhecimento é a base de um líder. Entender seus comportamentos, valores, reações, crenças e emoções faz toda diferença na sua forma de liderar pessoas, que são sem dúvida, a parte mais importante de uma empresa.

Para crescer profissionalmente é necessário aumentar suas habilidades, capacidade intelectual e técnicas de trabalho. O coaching visa esses objetivos, ajudando a desenvolver competências que determinam comportamentos esperados de um líder.

Existem diversos relatos de CEO’s, diretores e gerentes que mostram a importância e o resultado do processo de coaching. Um dos depoimentos mais famosos é o de Eric Schmidt, ex-presidente do Google. Em depoimento à revista americana Fortune, ele disse que o melhor conselho que já recebeu na vida foi “tenha um coach”.

O executivo admitiu ter relutado em aceitar o desafio, já que era um CEO estabilizado e experiência era algo que não lhe faltava, mas descobriu que a técnica podia agregar em muitas coisas, fossem elas pessoais ou de gestão.

As vantagens do coaching no desenvolvimento de líderes são notáveis e podem ser percebidas de diversas maneiras, passando pelo crescimento da autoconfiança e do fortalecimento emocional, intermediando conflitos, aumentando a capacidade de reflexão, superação e equilíbrio entre a vida pessoal e profissional e postura diferenciada.

As vantagens no desenvolvimento de líderes também são sentidas pelos colaboradores, gerando satisfação ao serem liderados por um gestor mais capacitado, aumentando assim o engajamento da equipe e a produtividade.

Porém, é importante salientar que o coach não é milagreiro, ele precisa de engajamento por parte do coachee para alcançar os objetivos traçados, afinal, não se pode esperar resultados diferentes fazendo sempre a mesma coisa.

Especializou-se em Gestão de Pessoas, Equipes e Comunicação. Dedicou sua atuação as melhores práticas de Atração de Profissionais, Análise de Competências e Desenhos de Estrutura. Atuou em empresas de Prestação de Serviços: RAA, TAM, EY e Gente. Pós graduada em Gestão de Negócios pelo IBMEC, com especialização pela BSP – Business School SP, formou-se em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas FGV.